fbpx
Select Page
PUB

Coronavírus

Estirpe britânica do SARS-CoV-2 representa 13% dos casos em Portugal

Nova variante está a aumentar a uma taxa de 70% por semana no país.

21 Janeiro, 2021 - 11:14

Record TV

A estirpe do novo coronavírus detetada no Reino Unido é responsável por, pelo menos, 13% dos casos de contágio em Portugal na segunda semana de janeiro.

Segundo uma nota do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), confirma-se o crescimento exponencial do número de casos da nova variante no país.

Estima-se que, desde o início de dezembro, tenham já circulado em território português cerca de 30 mil casos.

A INSA informou, ainda, que a nova variante tem crescido uma taxa de 70% por semana, em relação ao total de novos casos reportados.

“As estimativas apontam para que, daqui a três semanas, esta variante possa representar cerca de 60% de todos os casos COVID-19 em Portugal”.

Apesar de não representar uma gravidade acrescida no caso de infeção, a nova estirpe é mais transmissível, o que tem suscitado preocupação junto das autoridades e levado Marta Temido a admitir a adoção de novas medidas.

“Estima-se que a frequência relativa da variante VUI-202012/01 em Portugal não dependa do número de infetados. Dado ser mais transmissível, ela aumentará naturalmente ao longo do tempo mesmo que o número de casos diminua, como se espera que aconteça com o confinamento. Em face desta realidade, é da maior importância o cumprimento escrupuloso das medidas de confinamento decretadas”, é referido na mesma nota do Instituto Ricardo Jorge.

PUB

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa