fbpx
Select Page
Coronavírus

Se vai viajar de avião saiba o que mudou

Duplicou o número de países com quem Portugal pode ter ligações aéreas regulares.

8 Agosto, 2020 - 09:00

Eduarda Pires
Arquivo

Desde dia 1 de agosto estão em vigor novas regras nos aeroportos portugueses. A primeira mudança começa no alargamento de países externos à União Europeia e ao Espaço Schengen com quem Portugal pode ter ligações aéreas regulares.

Segundo o Ministério da Administração Interna, tendo em conta a situação epidémica das nações, duplicou o número de territórios seguros de onde e para onde se pode voar. Assim sendo, para além de União Europeia, países do Espaço Schengen e Reino Unido, o tráfego está aberto também a: Austrália, Canadá, China, Coreia do Sul, Geórgia, Japão, Marrocos, Nova Zelândia, Ruanda, Tailândia, Tunísia e Uruguai.

Fora deste leque, só é possível voar no caso de viagens essenciais, que até agora eram permitidas apenas a países lusófonos e aos Estados Unidos. De acordo com o governo, entendem-se por essenciais as viagens por motivo de trabalho, de estudo ou de reunião familiar; e ainda as que são feitas por razões de saúde ou humanitárias. Incluem-se também as que permitem a entrada e saída de Portugal a cidadãos nacionais da União europeia ou do Espaço Schengen e a estrangeiros com residência legal num estado-membro da União Europeia.

Os passageiros oriundos de países considerados de risco têm de apresentar um teste negativo à Covid-19, feito nas 72 horas anteriores à partida. Caso não o tenham, estão obrigados a fazer o exame à chegada, no aeroporto e suportando a despesa.

Em caso de recusa, incorrem nos crimes de desobediência e propagação de doença contagiosa. Já aos cidadãos estrangeiros, é-lhes barrada a entrada em solo português caso se recusem a ser testados. Os restantes passageiros vindos de outros países estão apenas sujeitos a medidas de controlo, como a medição de temperatura.

ViajeCaDentro

Record 360 - exclusivo digital

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa