fbpx
Select Page
Cultura & Famosos

Freddy Mercury morreu há 30 anos

Artista partiu aos 45 anos, mas continua a marcar gerações.

24 Novembro, 2021 - 18:57

Patrícia de Freitas

Dono de uma voz inigualável, rei das excentricidades e senhor de um carisma ímpar no mundo. Assim era Freddie Mercury.

Farrohk Bulsara, nascido a 5 de setembro de 1946, na Tanzânia, mudou-se com a família para Inglaterra durante a revolução de 1964. Mudou de nome para Freddie Mercury e, nos inícios dos anos 70, tornou-se num verdadeiro fenómeno com os Queen.

É considerado por muitos o maior vocalista da sua geração e, ainda hoje, um dos melhores cantores da História. Mas a voz talentosa que tinha foi também a voz que ajudou tantas outras na luta contra a SIDA.

Passou os últimos meses de vida longe dos olhares do público, consciente do preconceito de que seria alvo. Um dia antes de morrer, Freddie quebra o silêncio e emitiu um comunicado a revelar que era portador do HIV. Pediu aos fãs que se unissem aos médicos na luta contra o vírus, que ainda hoje não tem cura.

Freddie Mercurie faleceu a 24 de novembro de 1991.

30 anos depois, a família e os amigos continuam a receber um cabaz de Natal de luxo, tal como o cantor deixou em testamento.

30 anos depois, o mundo continua a cantar e a vibrar com a voz do artista que, mesmo sem estar presente, mantém-se vivo na memória de milhões de fãs.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

  • Share Magazine 52 - Letícia Almeida
Record TV Europa
Share This