fbpx
Select Page
Cultura & Famosos

Michael Jackson morreu há dez anos

Uma carreira de sucesso marcada pela polémica e controvérsia com as acusações de pedofilia, adensadas pelo recente documentário “Leaving Neverland”.

25 Junho, 2019 - 16:59

Diana Rosa Rodrigues
REUTERS

Esta semana foram reveladas novas imagens da morte de Michael Jackson. As fotografias terão sido tiradas pela polícia na altura da morte de Michael Jackson e foram agora reveladas pelos produtores de um novo documentário sobre a morte do Rei da Pop.

Fotografias de anúncios com bebés, post-its com mensagens obscuras, embalagens de medicamentos, garrafas vazias e até um boneco são pormenores encontrados no quarto onde o artista acabou por morrer.

Esta é mais uma notícia a alimentar o universo Michael Jackson, dez anos após a sua morte. Polémicas e controvérsia que continuam mesmo após a morte.

Aos 50 ano,s e quando se preparava para arrancar com o espetáculo “This is It”, que marcava o regresso e ao mesmo tempo um ponto final na carreira, o cantor morreu após uma dose letal de propofol e benzodiazepina, a 25 de junho de 2009.

O médico particular Conrad Murray, que o acompanhava, viria a ser julgado e condenado a quatro anos de prisão por homicídio involuntário.

Dez anos após a morte, Michael Jackson continua a ser uma das maiores lendas da indústria musical, venerado por milhares de fãs em todo o mundo. O império do artista é assombrado no entanto pelas acusações de pedofilia que enfrentou e que, este ano, ganharam força com o documentário “Leaving Neverland”, que contém relatos de dois homens já adultos, alegadamente abusados sexualmente por Michael Jackson durante a infância.

Várias rádios em países como Canadá e Nova Zelândia pararam de emitir temas do artista e até a série Simpsons prometeu nunca mais passar o episódio onde figurava a voz do cantor. Ações pontuais que ficam ainda longe de polémicas que envolvem nomes como Harvey Weinstein ou até Kevin Spacey, banidos do mundo artístico, após denúncias de assédio sexual. O legado de Michael Jackson está ligeiramente lascado mas longe ainda de quebrar.

Desde a morte do cantor, a família já terá arrecadado 2,4 mil milhões de dólares segundo números da revista Forbes. Em vida, Jackson terá arrecadado mais de 750 milhões de dólares em álbuns vendidos que juntando aos 13 Grammy fazem dele um dos artistas mais bem-sucedidos de sempre. Na memória e no ouvido ficam para sempre os êxitos que acompanharam gerações e que, ainda hoje em dia, continuam a cativar milhões de pessoas em todo o mundo.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa