Dani Alves fica em prisão preventiva

Dani Alves fica em prisão preventiva
PUB

E causa está uma alegada agressão sexual numa discoteca em Barcelona. Jogador nega acusações.

Dani Alves ficou em prisão preventiva, sem direito ao pagamento de fiança.

A decisão foi tomada depois da alegada vítima ter sido ouvida hoje em tribunal. A jovem de 23 anos reafirmou que foi violada pelo jogador na noite de 31 de dezembro numa casa de banho de uma área VIP numa discoteca em Barcelona.

A mulher relatou o momento, afirmando que enquanto a violava, o jogador bateu-lhe, humilhou-a e insultou-a, segundo explica o jornal La Vanguardia. A mesma publicação explica que, após o ato, em estado de choque, contou a trabalhadores da discoteca o que tinha acontecido. Terão sido eles a chamar os Mossos D’Esquadra ao local e também uma ambulância, que a levou a um hospital da cidade para ser examinada. O jornal El Periódico explica que o relatório médico da unidade hospitalar comprova a existência de algumas lesões «compatíveis com violação sexual»,

Na altura do incidente, o internacional brasileiro estava de férias na cidade espanhola após o Mundial, antes de regressar ao Pumas, clube que atualmente representa.

O jogador nega, no entanto, todas as acusações. Dani Alves foi detido esta sexta-feira, depois de ser intimado a apresentar-se na sequência da queixa da mulher, apresentada a 2 de janeiro.