Dkojovic de regresso ao Open da Austrália?

Djokovic obrigado a deixar a Austrália
(FILES) In this file photo taken on February 21, 2021, Serbia's Novak Djokovic hits a return against Russia's Daniil Medvedev during their men's singles final match on day fourteen of the Australian Open tennis tournament in Melbourne. - World number one Novak Djokovic said on January 4, 2022 that he was heading to the Australian Open to defend his title after being granted a medical exemption to play. (Photo by David Gray / AFP) / -- IMAGE RESTRICTED TO EDITORIAL USE - STRICTLY NO COMMERCIAL USE --
PUB
Leaderboard - Pub CTT Western Union

Tenista sérvio poderá regressar ao torneio, na sequência do levantamento da proibição de entrada no país.

De acordo com aquela fonte, citada pela EFE e que pediu para não ser identificada, o ministro australiano da Imigração, Andrew Giles, decidiu que será autorizado um eventual pedido de Djokovic, oitavo classificado do ranking mundial, para participar no primeiro torneio do ‘Grand Slam’ de 2023.

O sérvio, de 35 anos, ainda não confirmou o interesse em participar na prova, na qual poderá conquistar o 10.º título e ampliar o recorde de triunfos que já lhe pertence, igualando, simultaneamente, o recorde de 22 torneios de ‘Grand Slam’ do espanhol Rafael Nadal.

Djokovic foi deportado em janeiro deste ano, pouco depois do início do torneio em piso duro, por ter entrado no país sem estar vacinado contra a covid-19, tendo apresentado uma isenção médica, cuja legalidade foi contestada pelas autoridades australianas.