fbpx
Select Page
Desporto

Pinto da Costa: “Gostava de saber quem foi buscar os padres à sacristia”

Presidente do FC Porto faz duras críticas à arbitragem e diz que o campeonato se decidiu nas vitórias do Benfica em Santa Maria da Feira, em Braga e em Vila do Conde.

14 Maio, 2019 - 14:38

Helena Rita Besugo

Jorge Nuno Pinto da Costa ‘abriu o livro’ e, sem papas na língua, fez um rescaldo desta época. O presidente do FC Porto não poupou críticas à arbitragem e afirmou que o atual campeonato nacional foi decidido em três jogos que envolveram o Benfica.

«Acho que este campeonato definiu-se em três sítios: Vila da Feira, Braga e Vila do Conde. São três jogos que…Eu ainda gostava de saber quem, a partir daí, foi buscar os padres à sacristia. E o que vimos? O Conselho de Arbitragem chegou à época passada e verificou que havia árbitros que não tinham as mínimas condições para apitar, Bruno Paixão e Bruno Esteves. Deixaram de apitar e para estarem calados e não protestarem foram colocados na VAR. Agora, um indivíduo que não tem categoria para apitar, dito por eles, não pode ter categoria para ir para o VAR», afirmou o presidente dos dragões ao jornal O JOGO.

Na mesma entrevista ao diário desportivo, Pinto da Costa expressou que espera «que na final da Taça de Portugal não apareça nenhum destes senhores porque seria o reconhecimento de que vale a pena errar a favor do Benfica».

Jorge Nuno Pinto da Costa confessa ainda que há uma certa frustração pelo facto de o campeonato fugir para o rival Benfica porque o objetivo do FC Porto é sempre ganhar tudo ou quase tudo.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa