Presidente da Federação de Judo destituído

Governo e Federação de Judo chegam a acordo para mais apoios aos atletas
PUB
Leaderboard - Pub CTT Western Union

Em causa estão as críticas de vários judocas do programa olímpico, entre as quais Telma Monteiro.

As polémicas terão começado em agosto quando sete judocas portugueses fizeram uma carta aberta onde acusam a Federação, e mais concretamente o presidente Jorge Fernandes, de inúmeras atitudes de desconsideração e prejuízo para atletas e modalidade.

Já em outubro, a treinadora Ana Hormigo foi despedida por email e Telma Monteiro acusou a federação de falta de ajuda financeira.

O Instituto Português do Desporto e da Juventude acabou por fazer uma investigação aos acontecimentos e decidiu afastar o presidente e a direção da Federação de Judo.

Jorge Fernandes vai assim perder o mandato por incompatibilidade. Em causa está, entre as polémicas com os atletas, o exercício de funções no Judo Clube de Coimbra. O presidente foi alvo de uma queixa por parte da Associação de Judo de Castelo Branco.

O agora ex-presidente da Federação diz que vai analisar a decisão com os advogados para perceber se pode ser contestada.