Carlo Porto e Miguel Coelho: “A próxima temporada mostra o que as personagens são de verdade.”

Carlo Porto e Miguel Coelho: “A próxima temporada mostra o que as personagens são de verdade.”
© Record TV

Carlo Porto e Miguel Coelho foram os convidados de honra do podcast ‘Fora de Série’.

Os atores contaram os detalhes e aprendizagens na nova etapa da superprodução ‘Reis’. Os dois ainda revelaram o que o público pode esperar da terceira temporada da série.

Carlo, como é que surgiu a oportunidade de interpretares ‘Saul’?
Carlo Porto: Em 2021 a Record TV procurou-me e contaram-me o projeto. Eu fiquei muito surpreendido, porque não estava nada à espera! Só depois é que descobri que se tratava de um projeto de um período monárquico específico e que era para esta incrível personagem. É muito engraçado, porque a bíblia retrata características físicas do ‘Saul’ muito específicas e acharam que a minha figura ficava bem com a dele. Sinto-me muito privilegiado. Poder tornar as histórias da bíblia em algo concreto, é incrível! Sinto-me muito honrado por poder dar vida a ‘Saul’. Eu acabo por aprender muito com ele, porque eu empresto o meu corpo e sentimentos que são meus. Não é só a dor que eu recebo de ‘Saul’.

‘Saul’ e ‘Jônatas’ são pai e filho. Qual foi a reação do público a esta relação? 
C: As pessoas adoraram. Já desde o início que nos ‘compraram’ muito bem.

Miguel Coelho: Elas parecem-se muito iguais, mas são duas figuras muito diferentes. No início da história são seres humanos comuns, cada um com as suas características. Qual é a diferença entre esta próxima temporada e as outras? Eu acho que é uma temporada em que mostra o que é que as personagens são de verdade. ‘Saul vai mostrar ao público aquilo que ele é realmente e ‘Jônatas’ vai mostrar também quem é que ele é. Nós somos muito parecidos, fisicamente não, porque sou muito mais alto que o Carlo. [risos]

À medida que a história se desenrola, o público começa a entender o que cada um é realmente.

Como descrevem a vossa relação de pai-filho?
M: Existe uma admiração muito grande de ‘Jônatas’ para com o pai. É uma relação muito bonita, mas que aos poucos vai ficando degradada. ‘Jônatas’ ouve muito mais ‘Deus’ do que a sua família.

C: O ‘Saul’, por outro lado, também quer muito o ‘Jônatas’ por perto. A opinião dele pesa muito mais.

O que é que o público viu até agora de ‘Saul’ na última temporada?
C: O público tem que ver as últimas temporadas e observar ‘Saul’, porque agora ele só vai ‘descer’.

M: Nós lemos os textos que ainda vamos interpretar e eu mostro ao Carlos o que ele irá fazer e ele só diz “Não!”, é absurdo! É tudo muito forte e um trabalho artístico muito difícil. ‘Saul’ vai conseguir ser duas personagens diferentes.

C: Eu diria que é uma personagem diferente em cada temporada. Ele começa a descobrir coisas dele e às vezes fica completamente fora de si.