Documentário levanta nova polémica sobre Michael Jackson

Documentário levanta nova polémica sobre Michael Jackson
Documentário levanta nova polémica sobre Michael Jackson
PUB
Leaderboard - Pub CTT Western Union

Janet Jackson afirma que o irmão usava termos ofensivos para se referir ao peso dela.

Unidos pelo mesmo apelido e pelo talento artístico, dois dos maiores nomes da música pop voltaram a ser notícia ao estar envolvidos numa nova controvérsia. Num documentário lançado esta semana sobre a vida da cantora Janet Jackson, a própria conta que o irmão Michael Jackson costumava usar nomes bastante ofensivos para se referir ao peso dela.

Janet era recorrentemente comparada ao irmão e apesar das supostas rivalidades sempre fez questão de dizer que Michael era uma pessoa muito importante na sua vida. No entanto, num documentário que acaba de estrear são revelados alguns factos em que a cantora revela que chegou a sofrer bullying quando ainda eram novos.

Apesar da própria saber que eram coisas de crianças, sente que esse tipo de comentários trouxe consequências ao afetar a sua autoestima. Dieter Wiesner, ex-empresário de Michael Jackson, ficou surpreso com as alegações da irmã e diz que a mesma só quer chamar a atenção.

“Foi frustrante para mim porque nós tínhamos vidas separadas, mas mesmo assim eu apoiei-o quando pude”, refere Janet relativamente às polémicas que envolviam o cantor.

Ao longo de quase 50 anos de carreira, Janet vendeu 160 milhões de álbuns o que a colocou na lista dos 40 artistas mais vendidos da história.

A conturbada relação com o pai também aparece no documentário: “o nosso pai às vezes acordava-nos ao colocar fósforos entre os nossos dedos e acendendo-os”, conta Janet.

Admite que Michael a ajudou muito na sua carreira, no entanto o ambiente entre eles era de competição.

 

Saiba mais aqui: