‘Domingo Espetacular’ exibe primeira entrevista de Casagrande após demissão

‘Domingo Espetacular’ exibe primeira entrevista de Casagrande após demissão
Record TV

“Eu sou dependente químico igual aos que estão na Cracolândia. Se eu vacilar, vou para a rua”, admite o ex-jogador.

Após 25 anos, Walter Casagrande deixou o cargo de comentador de futebol na televisão, numa decisão que surpreendeu o público, que não esperava o fim do seu contrato antes do Mundial de Futebol, que será disputada em novembro deste ano.

Após fazer o anúncio nas suas redes sociais, o ex-jogador concedeu a sua primeira entrevista para uma emissora de televisão. Recebeu na sua casa, em São Paulo, a apresentadora do ‘Domingo Espetacular’, Carolina Ferraz, para uma longa conversa, na qual falou abertamente sobre temas como o uso de drogas, os ataques que recebe nas redes sociais, ostentação no futebol, entre outros assuntos, sem fugir de polémicas e sem temer os frequentes ataques que recebe pela internet. “Eu posiciono-me”, reafirma Walter.

A dependência química, que fez parte de sua história durante muitos anos, é um dos temas que não deixa de falar, apesar das reações negativas por parte do público.

“Hoje as pessoas chamam-me de viciado, drogado e acham que é crítica. Isso é ataque, não é liberdade de expressão”. E completa: “Eu sou dependente químico igual aos que estão na Cracolândia.

Ele ainda explicou alguns projetos para o futuro, como a ideia de trabalhar para a prevenção do uso de drogas nas escolas.