Exclusivo: Roberto Cabrini entrevista médico acusado de negligência

Pietro Petri - E939 (promo)

Pietro Petri está associado ao caso de uma jovem que morreu após colocação de silicone.

O apresentador Roberto Cabrini ficou frente a frente com um famoso médico que responde a graves acusações de negligência. Várias mulheres denunciaram Pietro Petri por erros médicos e por se apresentar, indevidamente, como cirurgião plástico. Cabrini investiga todos os lados da história de Natacha Silvério, a jovem que morreu depois de uma intervenção feita com ele.

Muitas são as situações relatadas pelas suas pacientes: a perda de umbigo, uma hemorragia que gerou necrose, buracos na pele e complicações pós-cirúrgicas.

Uma delas revela que na sala de cirurgia, no momento em que foi operada, não havia nenhum cardiologista nem anestesista presente, ficando tudo a cargo das assistentes do médico.

Cabrini questiona o clínico relativamente às suas habilitações enquanto profissional da área. Petri mostra os diplomas que lhe conferem credibilidade, no entanto, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e o Conselho Regional de Medicina não consideram Pietri habilitado enquanto cirurgião.

Quando questionado relativamente à eventual culpa pelos casos e a morte de Natacha – a que está associado -, o mesmo responde que sente amargura e que, quanto à jovem que morreu após a colocação de silicone, a responsabilidade já não era sua.

A família de Natacha está desolada e considera que a culpa é do médico e que deve ser feita justiça. Petri desvaloriza as acusações que lhe são feitas e defende-se dizendo que é importante conferir a veracidade das mesmas.

As pacientes que deram o seu testemunho a Cabrini têm a opinião de que o médico é uma pessoa ambiciosa, irresponsável e que apenas se preocupa com o lado monetário.

Saiba mais aqui: