Li Martins dá dicas para ‘Famosas em Apuros’

Li Martins dá dicas para ‘Famosas em Apuros’
Record TV

Ex-Rouge também fala sobre a expectativa de regressar a um grande musical após dois anos.

Vencedora da primeira temporada do reality ‘Famosas em Apuros’, exibido durante o programa ‘Hora do Faro’, Li Martins garante que as aventuras que viveu no desafio foram bem diferentes das experiências em ‘A Fazenda 8’ e no ‘Power Couple 5’.

“Por vários motivos, mas principalmente por ter sido a primeira temporada, então, eu literalmente não fazia ideia do que teria de enfrentar! Por incrível que pareça, passar por ‘perrengues’ foi o mais tranquilo, fiquei na barraca e dormiria ao relento na boa”, revela.

A cantora e atriz também falou da convivência: “Acho que sou muito paciente, apesar da personalidade e génio forte! Faço tudo para evitar uma discussão, mas confesso que quando entro numa, eu não poupo esforços para ganhar! [risos]”, confidencia Li Martins.

Superando os limites

Segundo Lia, o mais difícil foi superar as suas limitações e enfrentar o desconhecido. “Sou uma pessoa muito ansiosa, então gosto de saber tudo com antecedência, para assim me programar com calma. Não saber o que aconteceria nas próximas horas, tudo era uma surpresa e foi algo que me deixou sem chão! Isso gerou uma ansiedade e uma insegurança muito grande, não conseguia raciocinar direito, estava sempre tensa, nervosa, em estado de alerta! Fiquei extremamente sensível e só chorava. E olha que é muito difícil verem-me a chorar, costumo aguentar-me, mas lá realmente não conseguia. Assustei-me de ver como fiquei desestabilizada”, relembra.

Escolhida após votação no portal R7.com, Li Martins venceu a disputa contra Luiza Ambiel e Adriana Bombom e ficou surpreendida com o carinho do público.

“Nem imaginava que um dia faria parte do Grupo Rouge e que faria sucesso a ponto de conhecer pessoalmente mulheres como elas [Luiza e Bombom], que até hoje inspiram. Não pela fama, mas pela força, pela garra, pois são mulheres poderosas! Cada uma com a sua história de sucesso que inspirou muita gente a lutar pelos seus sonhos. Luiza com o Gugu e a Bombom com a Xuxa, nomes muito fortes na história da televisão brasileira”, conta.

Ela afirma que procurou dar o seu melhor na hora participar em ‘Famosas em Apuros’. “Tinha fé que não era a mais famosa que ganharia, na minha cabeça a vencedora seria aquela que entregasse o seu máximo e conquistasse o carinho do público a cada desafio! Então, eu só pensava em dar tudo de mim nas provas, e jamais desistir! Mentalizava-me sempre: ‘Eu quero, eu posso, eu consigo’”.

Nas vésperas de voltar ao mundo dos musicais com ‘Uma Saudação às Divas’, Li Martins tenta acompanhar tudo o que acontece na segunda temporada do ‘Famosas em Apuros’, que conta com três episódios e uma equipa formada por Catia Pagonote, Deborah Albuquerque e Raissa Barbosa.

“Não consegui acompanhar a estreia, mas estou a atualizar-me de tudo no R7.com e vou acompanhar os próximos episódios”, garante.

A ex-Rouge tem uma dica importante para as famosas que estão na disputa: “Acredite em si e confie na sua força e no seu poder, então será capaz de realizar qualquer coisa! Basta acreditar”.

Ela indica uma frase para levar para a vida: “Eu quero, eu posso e eu consigo”.

Prestes a dar um mais um passo importante na carreira, Li fala sobre a expectativa para a reestreia do musical:

“Estou muito ansiosa para regressar aos palcos! Depois de dois anos de pandemia, um pouco de música vai fazer muito bem aos nossos corações, não é? Como diz o ditado ‘quem canta seus males espanta’ e eu acredito que o público vai adorar, principalmente com este novo formato, que incluirá Whitney Houston, Celine Dion e Mariah Carey, que foram as minhas primeiras divas e maiores inspirações na música! O espetáculo está incrível, repleto de clássicos que foram eternizados nas vozes destas estrelas da música mundial! É para cantar comigo do início ao fim”, avisa.

Não perca a rubrica ‘Famosas em Apuros’, todos os domingos em ‘Hora do Faro’, a partir das 15:30 (hora Lisboa/Londres), na Record TV Europa.