‘Mitos e Verdades’ da farofa

‘Mitos e Verdades’ da farofa
© Record TV

Conhecida por ser um prato muito consumido no Brasil, a farofa agrada a milhões e tem diversas receitas diferentes!

De opções doces a salgadas, a verdade é que a farofa é um alimento muito apreciado e com muitos ‘Mitos e Verdades’ associados. No último ‘Domingo Espetacular’, Arnaldo Duran apresentou receitas diferentes e algumas características peculiares desta comida.

A história gastronómica diz que a farofa tem origem indígena, porque colocavam a farinha para assar na carapaça da tartaruga, que com a temperatura, acabava por se soltar e misturava-se com a farinha, dando-lhe um toque diferenciado.

A acompanhar Duran neste programa, a chef Angelita Gonzaga explica como fazer algumas receitas, até mesmo de formiga! O importante é a escolha da farinha, afinal, são mais de dezenas de possibilidades: farinha de mandioca, milho, rosca, linhaça, gergelim, quinoa, soja…

Receita de Farofa de Maracujá

Além de uma caçarola de fundo grosso, para não queimar a farinha, é preciso manteiga, azeite, cebola, alho e curcuma. O segredo é um pouco de açúcar para tirar a acidez do maracujá. Depois junta-se a farinha de milho com sal e temperos.

Receita de Farofa de Sardinha

Para a farofa de sardinha, junta-se o peixe com molho de tomate e cebola refogada. Acrescenta-se pimenta, tomate seco e, claro, a farinha. A farofa não pode ficar seca, a parte mais importante é a humidade.

Receita de Farofa de Içá (formiga)

A Içá é a fêmea da formiga saúva. O consumo dela também vem da cultura indígena. Neste caso, a chef Angelita recebeu os bichinhos limpos, pré-fritos e congelados diretamente de Silveira, do Vale do Paraíba, em São Paulo.

Coloca-se as içás na panela com gordura e manteiga para torrar, junto com a farinha e raspas de limão. Assim como mostrado no programa, pode comer-se dentro de uma folha de ora pro nobis.

“É chiquérrimo, como o caviar”, conta a chef, que também informa que a formiga tem 30% de gordura e 15% de proteína, sendo assim, muito nutritiva.

Farofas Doces

Para acompanhar sobremesas, a farofa doce também é muito utilizada. A sua base pode ser desde nozes até bolachas de milho trituradas. Para dar um toque especial, pode adicionar-se chocolate e raspas de limão.

E, para mostrar que qualquer brasileiro pode fazer sucesso na farofa, a dupla jurada do talent show ‘Canta Comigo’, Castanha e Caju mostram que também dão o nome na cozinha, com uma opção de receita com bacon.

Mitos

Os mitos identificados nesta edição da rubrica são:

  • A farofa não causa alteração intestinal.
  • Não se pode substituir o arroz pela farofa numa dieta. Porque o arroz tem menos gordura e calorias que a farofa.

Verdades

Já as verdades sobre a farofa são várias:

  • Ao adicionar-se frutas à farofa, como maçãs, uvas-passas e bananas, ela fica mais saudável
  • A farofa pode substituir uma refeição, porque tem proteína (ovo, carne, azeite), carboidrato (farinha) e gordura.
  • A farofa feita em casa é mais saudável do que a industrializada, porque esta contém conservantes.