13 mortos após confrontos em prisão do Equador

13 mortos após confrontos em prisão do Equador
Envato

Algumas vítimas terão sido decapitadas e desmembradas segundo divulgaram vídeos a circular nas redes sociais.  

Pelo menos 13 pessoas morreram e outras duas ficaram feridas na sequência de violentos confrontos na prisão de Bellavista, na cidade de Santo Domingo de los Tsáchilas, no centro-norte do Equador.

O incidente terá começa num setor de segurança mínima que foi alegadamente atacado por presos de outra secção, segundo explicaram familiares de alguns presos à imprensa local. Vídeos a circular nas redes sociais mostram a violência dos confrontos, com as vítimas a serem decapitadas e desmembradas.

Numa publicação na rede social Twitter, o Serviço Nacional equatoriano de Atenção Integral às Pessoas Privadas de Liberdade informou que conseguiu retomar o controlo do estabelecimento prisional. Polícia e forças armadas estiveram no local.

As autoridades estão a investigar o caso que não é isolado.

Este ano é já a segunda vez que se verificam confrontos mortais numa prisão equatoriana.

Cerca de 400 reclusos foram mortos nos últimos dois anos em confrontos entre organizações rivais que disputam o controlo interno das cadeias no Equador.