Adota jovem sem saber que é um assassino

Adota jovem sem saber que é um assassino
PUB

Criminoso condenado fingiu ser um refugiado de 14 anos.

Uma britânica adotou o que pensava ser um refugiado, de 14 anos, mas na verdade era um assassino condenado, de 21.

Lawangeen Abdulrahimzai esfaqueou mortalmente um fuzileiro, em março do ano passado, em Bournemouth, no Reino Unido, já tendo sido anteriormente condenado a 20 anos de prisão na Sérvia por dois homicídios.

Conseguiu fugir da Sérvia e entrar no Reino Unido, em 2019, fazendo-se passar por um refugiado de 14 anos.

Foi adotado por Nicola Marchant-Jones, a quem as autoridades disseram que “não havia forma de confirmar a idade do rapaz”.

De acordo com a mulher, no início Abdulrahimzai aparentava ser um “rapaz tímido e brilhante”, mas que sofria de pesadelos.

Depois começou a ser agressivo, criava conflitos na escola e andava com facas, acabando por sair de casa em agosto de 2021.

Chris Philp, do Parlamento do Reino Unido, disse que este caso é “uma ilustração poderosa” da necessidade de reformar a verificação da idade dos imigrantes que entram no país.

Foi entretanto anunciado pelo governo que serão implementadas verificações de idade através de Raio-X.