fbpx
Select Page
Mundo

Afogou a filha porque pensava que era traída

Mulher quis vingar-se do marido, por uma traição que nunca aconteceu.

18 Março, 2019 - 18:00

Virginia Galván

Claire Colebourn matou a filha, de apenas três anos, para se vingar do marido, que julgava estar envolvido com uma colega de trabalho em Fordingbridge, Inglaterra.

A mulher, de 36 anos, afogou Bethan durante o banho e deitou-a na cama, onde a encontraram na manhã seguinte, com o cabelo ainda molhado.

A mulher terá passado semanas a pesquisar na Internet “como matar alguém por afogamento” e se seria doloroso.

Claire disse às autoridades que quis matar a filha porque não a queria perto do pai. “Antes de a afogar, disse-lhe que a amava. Isto vai perseguir-me para o resto da minha vida. Só queria despachar o assunto o mais depressa possível.”

Claire convenceu-se de que o marido, Michael, a andava a trair, e encontravam-se em processo de divórcio. A mulher não conseguia aceitar que a filha passasse tempo com o pai.

Claire foi condenada a uma pena de prisão perpétua.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa