fbpx
Select Page
Mundo

Ajuda humanitária aguarda na fronteira da Venezuela

Veículos com ajuda humanitária estão atualmente estacionados perto da ponte Tienditas, que continua bloqueada por tropas venezuelanas.

8 Fevereiro, 2019 - 16:21

Diana Rosa Rodrigues
REUTERS/Marco Bello

Na Venezuela continua a o impasse político mergulhado numa profunda crise humanitária. Os camiões com ajuda internacional já chegaram à cidade colombiana de Cucuta, junto da fronteira com a Venezuela, enquanto aguardam as instruções do governo de Maduro.

Os veículos permanecem estacionados na ponte de Tienditas, que continua bloqueada por tropas venezuelanas. A ONU já informou que está disponível para enviar mais ajuda humanitária, respondendo ao apelo de Juan Guaidó, mas alertou que, para avançar, precisa do consentimento do governo liderado por Nicolás Maduro.

Na quinta-feira, representantes de mais de dez países europeus e latino-americanos estiveram reunidos num encontro em Montevideu, capital do Uruguai, na procura de uma solução real para a crise na Venezuela. À saída do encontro, o ministro português dos Negócios Estrangeiros afirmou que “há um estado de negação do regime de Maduro que em nada auxilia o povo venezuelano”,

No mesmo dia o presidente da Assembleia Constituinte, muito próximo de Nicolás Maduro, acusou Portugal de estar a colocar em risco a vida dos portugueses na Venezuela por ter reconhecido Juan Guaidó como legítimo presidente interino da Venezuela.

Advertisements

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa