fbpx
Select Page
Mundo

Algas “assassinas” encerram praias francesas

Morreram pelo menos duas pessoas e vários animais, segundos depois de pisarem as algas.

9 Setembro, 2019 - 19:16

Eduarda Pires
DR

As autoridades francesas mandaram encerrar seis praias, este verão, devido à presença de uma alga que poderá ser fatal.

Segundo avança o France24, em causa, estão zonas balneares da região da Bretanha, no norte de França, que foram invadidas por uma espécie de alga verde, que, quando é pisada, pode libertar gases tóxicos.

Duas mortes repentinas estão na origem da proibição. Em julho, no espaço de uma semana, morreram dois homens, um de 70 anos, outro de 18, com ataques cardíacos súbitos. Mas também há registo da morte de animais, desde cães a javalis.

Ao que parece, as vítimas tinham inalado uma substância que as algas emitem, sulfeto de hidrogéneo, um gás altamente tóxico que pode levar uma pessoa a perder a consciência antes sequer de se aperceber da presença dele. Há efeitos em várias partes do corpo mas, principalmente, sobre o sistema nervoso e pode culminar numa paragem respiratória.

A verdade é que o fenómeno não é novo. Há décadas que os cientistas alertam para o problema das algas tóxicas e dizem estar relacionado com a agricultura industrial praticada na Bretanha. Dizem os especialistas que os nitratos e os fosfatos dos dejetos de animais, a par dos fertilizantes, vão parar ao mar e geram uma multiplicação de algas tóxicas.

PUB

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa