fbpx
Select Page
Mundo

Alterações climáticas estão a mudar os verões… para pior

As mudanças no clima estão a tornar a estação mais tempestuosa, com períodos mais prolongados de calor e a condicionar a qualidade do ar.

24 Fevereiro, 2019 - 16:34

Patrícia de Freitas
REUTERS/Tim Wimborne/File Photo

Estas são algumas conclusões de um estudo norte-americano, realizado por investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussetts.

A subida da temperatura global está a contribuir para a evolução de tempestades com mais energia. Por outro lado, está a estagnar a circulação do ar em algumas regiões do hemisfério norte, como na Europa, América do Norte e Ásia.

Os cientistas explicam que o aumento térmico no Ártico está a redistribuir a energia na atmosfera, o que se traduz na colocação de mais energia nas intempéries e menos nos ciclones extra-tropicais de verão, que percorrem milhares de quilómetros pelo globo e que estão relacionados a ventos e a frentes que causam precipitação.

Nas palavras de um dos autores do estudo, Charles Gertler, “os ciclones extra-tropicais ventilam o ar e dispersam a poluição, por isso, com ciclones extra-tropicais mais fracos no verão estamos perante um potencial para dias de qualidade do ar mais pobre nas áreas urbanas”.

Gertler adianta mesmo que estamos a caminhar para verões com intempéries mais destrutivas, com dias mais quentes e abafados.

Nas últimas décadas, o Ártico aqueceu mais depressa do que a restante superfície terrestre, fazendo com que, desde 1979, a energia disponível para os ciclones extra-tropicais em larga escala diminuísse em 6%.

Já a energia que pode alimentar tempestades mais pequenas e localizadas aumentou em 13%.

PUB

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa