Archie não vai para unidade de cuidados paliativos

Archie Battersbee: máquinas podem ser desligas hoje

Pedido foi rejeitado pelo Tribunal de Londres.

Archie Battersbee não vai ser transferido para uma unidade de cuidados paliativos.

O pedido da família do menino britânico, de 12 anos, foi rejeitado pelo Tribunal de Londres, avança a Sky News.

“[Archie] deve permanecer no hospital. Espero que agora seja dada a Archie a oportunidade de morrer em circunstâncias pacíficas, junto à família, que tanto significou para ele como, claramente, ele significa para eles”, disse a juíza.

Recorde-se que o Tribunal Europeu de Direitos Humanos recusou ontem um pedido dos pais, Paul Battersbee e Hollie Dance, para impedir que desligassem as máquinas de suporte de vida.

Archie foi encontrado pela mãe inconsciente em casa, com uma ligadura enrolada no pescoço, em abril.

A mãe acredita que foi resultado de um desafio viral no Tik Tok, que consiste em interromper o fornecimento de oxigénio ao cérebro até se perder a consciência.

Os pais acreditam que o menino vai acordar e lutam por mais tempo. Os médicos afirmam que o menino está em morte cerebral e que as máquinas não vão impedir a morte por falência de órgãos e insuficiência cardíaca.