Boris Johnson sofre nova derrota no Reino Unido

Boris Johnson sofre nova derrota no Reino Unido
Dan Kitwood/Pool via REUTERS

Conservadores saíram derrotados das Legislativas parciais e perdem deputados em Westminster.

A popularidade de Boris Johnson já viu melhores dias. O primeiro-ministro britânico e o partido que encabeça saíram derrotados das últimas eleições Legislativas parciais, realizadas na quinta-feira.

Os Conservadores deixaram escapar o círculo eleitoral de Tiverton e Honiton para os liberais democratas. E Wakefield foi reconquistado pelos Trabalhistas, pela principal força da oposição. De recordar que a eleição em Wakefield foi antecipada devido à demissão  de Imran Khan, deputado conservador condenado a 18 meses de prisão por assédio sexual de um adolescente.

Mais um teste falhado pelo primeiro-ministro que tem tido a vida pouco facilitada após a polémica com o escândalo Partygate e ainda a crise económica vivida no Reino Unido. Se a popularidade interna não está bem, a externa também não está melhor. A relação com a União Europeia está fortemente comprometida, depois de Londres avançar com a modificação unilateral do protocolo da Irlanda do Norte, celebrando entre o Reino Unido e a União Europeia, como complemento do Brexit.

Menos deputados em Westminster é um problema mas não é suficiente para Boris Johnson não desmobilizar. Apesar de aceitar a derrota o primeiro-ministro britânico disse que se iria manter no cargo “até ultrapassar este mau bocado”.

No início de junho Boris Johnson conseguiu passar numa moção de censura interna movida pelo Partido Conservador.