Cadela fica dois dias presa num cano

Cadela fica dois dias presa num cano

Patuda ficou presa num cano demasiado estreito, em perseguição a coelho.

Uma cadela, de raça Patterdale Terrier, passou dois dias presa num cano, em East Yorkshire, no Reino Unido.

A patuda, de seu nome Tia, passeava com o dono, Mark Longley, quando resolveu perseguir um coelho, acabando por ficar presa num cano demasiado estreito.

“Coloquei o meu ouvido junto ao cano e conseguia ouvi-la, mas ela não voltava, não tinha como se virar. Entrei em pânico”, disse Mark à BBC.

Os serviços de emergência realizaram várias tentativas de resgate, mas sem sucesso.

Ao fim de dois dias, uma empresa de saneamento localizou Tia com uma câmara, a cerca de 150 metros de profundidade.

Depois de realizarem escavações, conseguiram salvar a cadela.

“Não pensei que fosse recuperar a minha cadela com vida”, confessou Mark.