fbpx
Select Page
Mundo

Chelsea Manning libertada após dois meses de prisão

A antiga militar norte-americana tinha sido detida por recusar testemunhar num caso contra a WikiLeaks.

10 Maio, 2019 - 16:31

Vânia Mateus
REUTERS/Ford Fischer/News2Share/File Photo

Foi acusada de desobediência e passou 62 dias num centro de detenção no estado da Virginia.

Agora, como o mandado do grande júri expirou, Chelsea foi libertada mas a defesa teme que a liberdade seja de curta duração até porque a antiga militar já recebeu nova intimação judicial para testemunhar no próximo dia 16 e, de acordo com os advogados, vai recusar novamente o testemunho.

Recordo que Chelsea Manning foi condenada em 2013 a 35 anos de prisão por remeter mais de 700 mil documentos confidenciais sobre as guerras no Iraque e no Afeganistão para a WikiLeaks.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa