Cientistas alertam para regresso do El Niño

Cientistas alertam para regresso do El Niño
REUTERS/Carl Recine
PUB

Fenómeno, conjugado com alterações climáticas, poderá resultar em novos máximos nos termómetros.

Os especialistas apontam para o regresso do fenómeno climático El Niño no final deste ano, algo que poderá resultar em ondas de calor sem precedentes.

2016 foi o ano mais quente alguma vez registado muito devido ao El Niño, um fenómeno climático que provoca o aquecimento anormal de uma massa oceânica que cobre uma vasta área do oceano Pacífico Central e Oriental, originando um aumento das temperaturas.

Agora, especialistas ouvidos pelo jornal The Guardian estimam o regresso deste fenómeno climático já no final do ano, que aliado à crise climática existente, poderá levar os termómetros a marcar temperaturas recorde.

Se o ano passado foi marcado por temperaturas quentes em locais inusitados, é possível que este ano o fenómeno se agrave, com as temperaturas a poderem aumentar 1,5ºC em todo o mundo, com consequências potencialmente catastróficas devido aos fenómenos extremos como cheias e ondas de calor.

O fenómeno climático deverá acontecer no final do ano alastrando-se ainda para 2024, ano em que também se espera um novo recorde global de temperatura.