COP27: Joe Biden diz que transição energética é ainda mais urgente devido à guerra na Ucrânia

COP27: Joe Biden diz que transição energética é ainda mais urgente devido à guerra na Ucrânia
REUTERS/Mohamed Abd El Ghany

Presidente norte-americano garantiu que os Estados Unidos estão a responder com urgência ao desafio da crise climática.

Joe Biden falhou a presença da cúpula de líderes no início da cimeira climática da ONU devido às eleições intercalares, mas o líder de uma das maiores e mais poluidoras do mundo, não podia faltar ao encontro.

O presidente norte-americano discursou esta sexta-feira no Egito para dizer que pretende remendar os erros do passado e ultrapassar décadas de oposição e obstáculos ao progresso nas leis pelo clima.

“Meus amigos, cheguei à presidência determinado a fazer as mudanças transformadoras necessárias. As mudanças que a América precisa fazer e aquelas nós temos de fazer pelo resto do mundo. Para superar décadas de oposição e obstáculos ao progresso, apenas nesta questão, para restabelecer os Estados Unidos como um líder global confiável e comprometido com o clima”, afirmou.

Joe Biden garantiu que os Estados Unido irão cumprir a meta de redução de emissões de gases com efeito de estufa até 2030, compromisso assumido pelo país no Acordo de Paris, acordo esse formalmente abandonado durante a administração Trump.

A COP27 fica este ano marcada por temas como a crise energética mundial e o conflito na Ucrânia….problemas que, segundo o Presidente norte-americano, tornam ainda mais urgente a aposta na transição energética e o foco nas renováveis.

“A guerra da Rússia apenas sublinha a necessidade urgente de libertar o mundo da sua dependência de combustíveis fósseis. A verdadeira segurança energética implica que todas as nações beneficiem de um futuro energético limpo e diversificado. Nenhuma ação pode ser tomada sem que um país entenda que a energia pode ser usada como arma, fazendo refém a economia global. Isso tem de parar”, disse o presidente norte-americano.

Joe Biden incitou todas as nações a escalar as ambições no corte de emissões no sentido afirmando que a atual crise climática é uma questão de segurança de toda a Humanidade.

Depois do Egito, Joe Biden segue viagem até Bali, na Indonésia, de forma a participar na cimeira do G20, que decorre na próxima semana.