fbpx
Select Page
Mundo

Emigrante viola as filhas e obriga sogra a abortar

Português, de 41 anos, foi condenado a sete anos de prisão.

21 Junho, 2019 - 10:05

Daniela Carrilho

De acordo com a imprensa local, o indivíduo é um comerciante português, muito conhecido na sua zona de residência por ser proprietário de uma padaria e pastelaria de grandes dimensões.

O homem sujeitava a família a situações de grande sofrimento. Ameaçou os filhos e a sogra que iriam sofrer represálias caso fizessem alguma denúncia contra ele.

O português e a família vinham com frequência ao país natal. Em tribunal, ficou provado que o homem abusava das duas filhas tanto no Luxemburgo como em Portugal.

As violações começaram quando as meninas tinham seis e nove anos, respetivamente, e os abusos sexuais continuaram durante toda a adolescência das menores.

O comerciante também agrediu a sogra e forçou-a a fazer um aborto.

Os depoimentos de todas as vítimas levaram à condenação do português, de 41 anos.

O tribunal luxemburguês condenou-se a sete anos de prisão, contudo, o homem vai continuar em liberdade até que a pena transite em julgado.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa