fbpx
Select Page
Mundo

Espancada por companheiro em viagem para salvar a relação

Mulher sofreu ferimentos graves.

9 Setembro, 2019 - 16:57

Daniela Carrilho
Facebook

Lucy Mears, de 37 anos e natural de Wolverhampton, mostrava ter uma vida feliz. Tudo era diferente dentro de quatro paredes, uma vez que era vítima de maus tratos físicos e psicológicos por parte do então namorado.

Na tentativa de salvar a relação, ambos decidiram viajar. No entanto, Lucy pressentiu que aquele fim de semana iria ter um final trágico.

“Naquele fim de semana estava a fazer as malas e disse-lhe que não estava com vontade de ir. Mas ele insistiu e disse que íamos passar um bom bocado juntos”, recorda Lucy.

Os dois saíram para celebrar mais um aniversário de união. Pouco tempo depois do regresso ao quarto de hotel, a mulher foi acordada com insultos e agressões.

“Perguntei-lhe o que se passava e ele desferiu-me um golpe no rosto. Foi a primeira vez que me bateu na cara pois até então batia-me em sítios que sabia que mais tarde eu poderia esconder”, conta.

Lucy ficou inconsciente. Quando acordou, conseguiu fugir, tendo sido ajudada por um grupo de homens que a levou até à polícia.

De acordo com o jornal Mirror, Lucy ficou com o nariz e um osso do maxilar partidos e o corpo cheio de hematomas. De acordo com os médicos, mais um pontapé teria ditado a sua morte.

Amãe de cinco filhos, Lucy Mears, sofreu ferimentos graves aos ser agredida pelo ex-namorado durante uma viagem que tinha como objetivo salvar a relação do casal.

O homem foi condenado pelo crime de danos corporais a dois anos de prisão suspensa.

Lucy e o ex-companheiro não se viram desde esse dia, que ocorreu há dois anos. A mulher, mãe de cinco filhos, reconstruiu a sua vida ao lado de um novo amor.

PUB

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa