Executado homem que matou sete pessoas no Japão

Executado homem que matou sete pessoas no Japão

O Japão é um dos últimos países industrializados e democráticos a aplicar a pena de morte.

Um homem condenado à pena de morte em 2015 por matar sete pessoas em Tóquio, em 2008, foi executado, anunciaram esta terça-feira vários órgãos de comunicação social japoneses.

Tomohiro Kato conduziu um camião contra várias pessoas em plena luz do dia, no bairro de Akihabara, antes de sair do veículo e começar a apunhalar populares aleatoriamente, matando sete e ferindo outros dez.

Contactado pela agência de notícias France-Presse, o Ministério da Justiça do Japão não confirmou de imediato a execução.

Esta é a primeira execução no Japão desde dezembro, quando três pessoas condenadas à morte por homicídio foram executadas por enforcamento.

O Japão é, juntamente com os Estados Unidos, um dos últimos países industrializados e democráticos a aplicar a pena de morte, um castigo que conta com amplo apoio da opinião pública japonesa.