fbpx
Select Page
Mundo

Finge que filho é doente para ter benefícios

Mulher obrigava o menino a tomar medicamentos e fazer exames.

28 Fevereiro, 2019 - 14:30

Virginia Galván

Teresa Lynne Roth, de 34 anos, fingia que o filho sofria de uma doença física e motora do filho, para este ser considerado deficiente e beneficiar de vários descontos.

Durante cerca de dois anos, a mãe obrigou o menino de cinco anos a tomar medicamentos e a realizar exames médicos que não necessitava, em Atlanta, Geórgia.

O caso remonta a 2016, quando a criança tinha apenas três anos. O menino encontrava-se numa cadeira de rodas e era alimentado por um tubo à boca.

As suspeitas de fraude terão surgido dos médicos.

O menino foi retirado aos pais e entregue aos serviços de menores. Teresa Lynne Roth foi acusada do crime de crueldade infantil em primeiro grau.

PUB

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa