Governo espanhol demite chefe das secretas

Governo espanhol demite chefe das secretas
REUTERS/Dado Ruvic

Decisão acontece se sequência do escândalo de espionagem que afetou vários políticos, incluindo Pedro Sánchez.

O Executivo espanhol anunciou hoje afastamento de Paz Esteban da direção do Centro Nacional de Informação (CNI). Paz Esteban estava no lugar desde 2020 e foi a primeira mulher a liderar o serviço de inteligência espanhol.

A demissão ocorre na sequência do escândalo de espionagem que tem afetado várias figuras da política espanhola, nomeadamente líderes independentistas, o primeiro-ministro Pedro Sánchez e a ministra da Defesa espanhola Margarita Robles.

Em causa está o software Pegasus, desenvolvido por uma empresa israelita. Uma decisão rápida que reforça a vontade de Sánchez em encerrar rapidamente a polémica.

O motivo claro para a demissão não foi apresentado com a ministra da Defesa, Margarita Robles, a defender a reputação do serviço de inteligência espanhol e a necessidade de “fortalecê-lo”.

Esperanza Casteleiro, secretária de Estado da Defesa e mulher da confiança da atual ministra da Defesa, será a nova diretora.