Greta Thunberg detida durante protesto climático na Alemanha

Greta Thunberg detida durante protesto climático na Alemanha
REUTERS/Wolfgang Rattay
PUB

A ativista foi detida quando protestava contra a minha de carvão de Garzweiler cuja expansão levará à demolição da cidade de Lützerath.

A ativista sueca Greta Thunberg foi esta terça-feira detida pela polícia alemã enquanto participava num protesto climático, contra a mina de carvão a céu aberto de Garzweiler.

Há vários dias que acontecem protestos na localidade Lützerath, contra a demolição daquela vila alemã em prol da expansão da mina de carvão.

O domingo, a ativista de 20 anos já tinha sido expulsa pela polícia daquele protesto. Hoje, a jovem sueca foi mesmo detida e levada pelas autoridades.

A polícia de intervenção tem mantido forte presença devido aos protestos climáticos naquele local, que representa por esta altura um ponto de discussão sobre o combate às alterações climáticas na Alemanha.

A demolição da vila e consequente expansão da mina são fortemente condenadas pelos ambientalistas, que alegam que a expansão da mina de carvão irá resultar na emissão de grandes quantidades de gases de efeito de estuda.

Já o governo alemão e a empresa energética RWE, responsável pelo projeto, alegam que o carvão que dali será retirado é necessário para a segurança energética do país.