fbpx
Select Page
Mundo

Gronelândia está a despedir-se do gelo

Uma fotografia captada pelo Instituto Meteorológico da Dinamarca revela a situação de degelo que se faz sentir no Ártico.

18 Junho, 2019 - 17:13

Record TV
Twitter

O rápido degelo no mar da Gronelândia está a alarmar os especialistas em questões ambientais e Steffen M. Olsen registou esse momento.

A fotografia captada pelo climatólogo revela que as altas temperaturas que se fizeram sentir na zona de Qaanaaq, na Gronelândia, na semana passada, transformaram blocos de gelo num autêntico lago.

Na imagem é possível ver o dinamarquês a ser puxado por um trenó guiado por cães num lago que em tempos foi gelo.

Olsen foi ao local para recolher os dispositivos de mediação que foram colocados no gelo no âmbito da missão Ação Azul, e deparou-se com caminhos de água.

“As comunidades na Gronelândia contam com o gelo para transporte, caça e pesca. Eventos extremos, neste caso a inundação pelo início abrupto do derretimento da superfície, exige uma capacidade de previsão mais apurada no Ártico”, alertou Steffen M. Olsen, no Twitter.

A Gronelândia tem vindo a perder gelo devido ao aumento progressivo das temperaturas que desde 1990 já aumentaram 1,8 graus celsius no verão e até três graus no inverno.

Numa das estações meteorológicas instaladas perto do aeroporto de Qaanaaq, os termómetros registram 17,3 graus na passada quarta-feira e aos 15 graus, na quinta-feira.

“São valores muito elevados para esta região. Até no verão!”, sublinhou Ruth, uma especialista que acredita que as temperaturas anormalmente quentes nesta região vão persistir pelo menos mais alguns dias.

Estimativas indicam que o manto gelado tem perdido 270 milhões de toneladas de gelo por ano.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa