fbpx
Select Page
Mundo

Idoso morre após 14 horas despido no chão

Idoso, que tinha demência e Alzheimer, caiu no chão do lar onde vivia.

29 Novembro, 2019 - 14:15

Virginia Galván

David Hustler, de 75 anos, morreu dois dias depois de ter caído e ficado 14 horas despido no chão, num lar no Reino Unido.

Kaniz Rashid e Margaret Shires, duas das funcionárias que cuidavam do idoso e que o encontraram caído no chão, estão acusadas de negligência grave.

As cuidadoras terão colocado David de volta na cama, sem reportar a queda.

O homem, que sofria de demência e Alzheimer, morreu de pneumonia no hospital.

As duas funcionárias vão conhecer a sentença a 31 de janeiro de 2020.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa