fbpx
Select Page
Mundo

Japão vai libertar águas contaminadas de Fukushima no mar

Governo japonês prepara-se para autorizar o lançamento da água radioativa os oceanos, uma decisão que deverá ser anunciada ainda este mês.

16 Outubro, 2020 - 12:08

Vítor Alvito

Nove anos depois do terramoto que afetou a central nuclear de Fuskushima, no Japão, a água radioativa armazenada pode vir a ser libertada diretamente nos oceanos, sem qualquer tratamento.

Ao todo, há mais de um milhão de toneladas de água contaminada armazenadas em 1000 depósitos que estão prestes a atingir a sua capacidade máxima.

Para já o Governo não confirma a data, mas admite que é preciso dar um destino ao material radioativo.

“Ainda não decidimos a nossa estratégia nem o horizonte temporal para a decisão. Mas é verdade que não podemos continuar a adiar a decisão sobre a gestão da água contaminada para não atrasarmos o processo de desativação da Central Nuclear de Fukushima”, afirmou Katsunobu Kato, secretário-chefe do gabinete japonês.

A decisão formal deverá ser conhecida ainda no decorrer deste mês, mas segundo a imprensa japonesa, o Oceano Pacífico deverá ser o local onde a água radioativa será despejada.

A opção está longe de ser consensual e poderá provocar protestos por parte dos pescadores e dos países vizinhos.

Várias associações pesqueiras já pediram ao Governo que recue nesta intenção, uma vez que iria manchar a credibilidade destes profissionais durante vários anos.

De recordar que o desastre em Fukushima aconteceu em março de 2011 na sequência de um terramoto de 8.7 na escala de Richter ter gerado um tsunami que deixou a central nuclear completamente destruída.

Mrec - Amor Sem Igual (Versão Quinta)

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa