Jornalista e guia desaparecidos na Amazónia

Jornalista e guia desaparecidos na Amazónia

Exército brasileiro juntou-se às buscas, esta madrugada.

O jornalista britânico Dom Phillips e o seu guia, o brasileiro Bruno Araújo Pereira, estão desaparecidos desde a manhã de domingo, na região de Javari, na floresta da Amazónia.

O The Guardian avança que ambos desapareceram enquanto viajavam de barco numa zona conhecida pelos povos isolados e por operações mineiras ilegais e tráfico de drogas.

O exército brasileiro juntou- se esta madrugada às buscas pelos dois homens, que decorrem nos rios Javari, Itaquaí e Ituí, no interior da floresta.

Vão ser hoje acionados um helicóptero e três meios aquáticos.

Dom Phillips, correspondente do The Guardian, estuda há 15 anos as tribos isoladas da Amazónia e fez carreira a documentar a vida das tribos indígenas.

Esta viagem tinha como objetivo entrevistar os habitantes locais, para um livro.

Bruno Araújo Pereira é considerado especialista em tribos indígenas da Amazónia, e trabalha há anos na Fundação Nacional do Índio (Funai).

Jornalista e guia deveriam ter chegado a Atalaia do Norte no domingo de manhã, para uma entrevista com um líder indígena local, mas nunca chegaram ao destino.

Em Javari, existe a maior concentração de povos isolados e nunca antes contactados pelo resto do mundo.