Jovem em estado vegetal após erro médico no Brasil

Doente oncológico morre sem operação
Envato

Recebeu uma dose de um medicamento 10 vezes superior à correta.

Alexandre Lara, de 28 anos, ficou em estado vegetal, depois de lhe ter sido administrada uma dose de um medicamento 10 vezes superior à correta, no Hospital Humaniza, em Porto Alegre, no Brasil.

O caso, que remonta a outubro de 2021, está agora a ser investigado pela polícia. 

Alexandre deu entrada no hospital para tratar um problema cardíaco. Deram-lhe vinte comprimidos, em vez de apenas dois, provocando-lhe uma paragem cardiorrespiratória.

O hospital assumiu o erro e lamenta “profundamente o ocorrido”, encontrando-se a prestar “toda a assistência médica necessária e disponível” ao paciente.

Alexandre está internado desde então e precisa de cuidados 24 horas por dia, sendo que o estado vegetativo em que se encontra poderá ser permanente.