fbpx
Select Page
Mundo

Julen morreu há um ano

Recorde a história do menino de dois anos, que perdeu a vida depois de cair num poço em Málaga, Espanha.

13 Janeiro, 2020 - 15:02

Daniela Carrilho
DR

O bebé caiu no poço no dia 13 de janeiro do ano passado e, de imediato, foram movidos dezenas de meios para o salvar.

Treze dias se passaram até que os meios de socorro conseguissem resgatá-lo. A esperança era de que o menino pudesse estar vivo, mas tal não se confirmou.

Julen foi resgatado sem vida e, de acordo com o relatório final da autópsia, terá morrido poucos minutos depois de ter caído em queda livre no poço e ter batido com a cabeça, tendo sofrido um traumatismo cranioencefálico severo.

Hoje, um ano depois, esta é a única certeza sobre a trágica morte de Julen.

No dia 21 de janeiro, o acidente será julgado num tribunal de Málaga. O tio do menino é o único arguido do caso, uma vez que é o proprietário do terreno onde Julen caiu no poço, que estava escondido e sem sinalização.

Por sua vez, o homem alega que a morte da criança foi causada pelo equipamento e métodos utilizados durante as operações de resgate.

O arguido poderá ser condenado a uma pena de até três anos e meio de prisão por homicídio por negligência.

Julen, um menino ativo e “apaixonado pelo seu triciclo”, foi sepultado ao lado do irmão Oliver, que morreu em 2017, com apenas três anos.

ViajeCaDentro

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa