Mãe mata pedófilo que abusava dos filhos

Mãe mata pedófilo que abusava dos filhos

Mulher matou vizinho pedófilo com oito facadas, em Londres.

Uma mulher matou à facada o vizinho, depois de descobrir que ele abusava sexualmente do seus filhos, em Londres, no Reino Unido.

O crime remonta a 2014. O homem, de 77 anos, tratava-se de um pedófilo condenado, que mudara o seu nome verdadeiro, Robin Moult, para Michael Pleasted, de forma a esconder um passado repleto de abusos de menores. 

Pleasted era amigo da família, o que facilitou os abusos. No entanto, Bradley, de 12 anos e os gémeos Alfie e Reece, de 11, denunciaram à mãe o que se passava.

Numa noite de outono, Sarah Sands saiu de casa com uma faca, com a qual esfaqueou oito vezes o vizinho.

Em declarações à BBC, Sarah disse que inicialmente não tinha intenções de matar Michael, apenas ameaçá-lo.

“Não sabia o que estava a fazer ali. Dei-me conta de que tinha cometido um grande erro. Ele não estava arrependido de nenhuma forma. Disse-me ‘os teus filhos estão a mentir’. O mundo inteiro congelou. Tinha a faca na mão esquerda e ele tentou tirar-ma”, revelou.

Sarah entregou-se na esquadra da polícia horas depois. Foi condenada a sete anos de prisão por homicídio involuntário e libertada em 2018.

Oito anos depois, os filhos falaram sobre o crime pela primeira vez.

“Fez-nos sentir mais seguros, mas não impediu os pesadelos. Mas deu-nos uma sensação de segurança porque não tínhamos de andar pela rua a pensar que ele ia aparecer ao virar da esquina”, disse Alfie.

“Fiz o que qualquer mãe faria”, concluiu Sarah.