Mais de 300 migrantes resgatados ao largo das Canárias

Mais de 300 migrantes resgatados ao largo das Canárias

A bordo estavam 24 crianças e uma teve de receber tratamento médico.

Os serviços espanhóis de Salvamento Marítimo resgataram durante a noite 319 migrantes, entre os quais 59 mulheres e 24 crianças, que se encontravam a bordo de sete embarcações ao largo de Lanzarote e da Gran Canária.

No porto de Arrecife, Lazarote, desembarcaram 199 pessoas, procedentes de cinco operações de resgate. 

O navio Guardamar Calíope, do dispositivo do Salvamento Marítimo, localizou e resgatou três embarcações precárias que tinham a bordo um total de 127 cidadãos subsaarianos: 96 homens, 25 mulheres e seis crianças. 

Deste grupo, uma criança e um homem tiveram de receber tratamento médico.

Um outro navio das autoridades espanholas, o Al Nair, prestou ajuda a duas embarcações com cidadãos da região do Magreb: uma transportava 33 homens e duas mulheres e a outra 25 homens, uma mulher e 11 crianças.

A partir da Gran Canária, o navio Concepción Arenal socorreu os ocupantes de uma lancha pneumática que se encontrava a 150 quilómetros de distância e localizou outras duas lanchas.

No total, este navio do Salvamento Marítimo regressou ao porto de Arquinequín com 120 migrantes: 82 homens, 31 mulheres e sete crianças. 

Deste grupo, oito precisaram de ser transportados para o hospital por necessitarem de cuidados médicos.