fbpx
Select Page
Mundo

Matou a mãe e escondeu corpo no armário

Crime está a chocar Espanha e o Brasil. Brasileira foi assassinada à facada pelo filho adolescente, na Galiza.

12 Novembro, 2019 - 14:43

Virginia Galván

Uma mulher, de 36 anos, foi morta pelo filho, de 17, que escondeu depois o cadáver numa mala dentro de um armário, no município de Foz, na Galiza.

Minaene F. nasceu em Gurupi, no Estado brasileiro de Tocantins, mas vivia em Espanha já há 14 anos.

Mina e o filho adolescente viviam num apartamento em Foz, na Galiza, e amigas da brasileira revelaram ao El País que o rapaz era “retraído, calado e pacato”. “Para que dissesse duas palavras era preciso perguntar-lhe” e “nunca olhava nos olhos”, “não tinha amigos” e “estava sempre sozinho”.

Uns meses antes de morrer, Mina terá dito a um amigo que o filho andava estranho: “Quero pôr um trinco na porta do meu quarto. O menino está muito estranho”.

O jovem andava violento e amigos da mulher dizem ter visto marcas de agressões ou assistido a discussões.

A mulher terá sido morta no sábado à tarde. Pouco depois do crime, o jovem foi visto num parque por um homem que, vendo-o ensanguentado, o inquiriu. “Fiz uma coisa”, respondeu o jovem.

Na noite de domingo, a amiga Kelly viu sangue à porta de casa de Mina e, como ninguém abria a porta, ligou para os serviços de emergência.

A Guarda Civil entrou no apartamento na manhã do dia seguinte, descobrindo o cadáver com marcas de facadas dentro de uma mala, num armário de casa.

O jovem foi detido como suspeito e ficou em regime fechado numa instituição.

As amigas de Mina estão a reunir doações de amigos de Espanha e Brasil para ajudar a pagar a trasladação do corpo da amiga para o seu país.

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa