fbpx
Select Page
Mundo

Médicos e apoiantes de Navalny detidos em frente à prisão de Pokrov

O opositor russo iniciou em 31 de março uma greve de fome em protesto contra as condições nas quais é mantido na cadeia.

6 Abril, 2021 - 16:43

Inês Amado
REUTERS/Maxim Shemetov

Vários médicos e apoiantes de Alexei Navalny foram hoje detidos em frente à cadeia para a qual opositor russo foi transferido no final de fevereiro.

De acordo com a AFP, Anastassia Vassilieva, médica pessoal de Navalny, também foi detida, bem como outros apoiantes da oposição e pelo menos um jornalista, tendo sido encaminhados para furgões da polícia em frente ao campo n.º 2 de Pokrov, localizado a 100 quilómetros de Moscovo.

Os médicos tinham-se deslocado a Pokrov, onde Navalny cumpre pena de prisão, depois de meio de comunicação pró-Kremlin ter noticiado que o opositor tinha sido transferido para uma unidade médica.

“Estou inquieta, como todos os que vieram aqui. A saúde deve ser a prioridade”, afirmou Anastassia Vassilieva perante os jornalistas, momentos antes de ser detida.

“Queremos compreender o que se passa e mostrar ao mundo inteiro que a Rússia sabe dialogar e cuidar como é devido e inquietar-se da saúde de todos os seus cidadãos”, referiu a profissional de saúde.

Segundo a mesma agência noticiosa, os médicos que se deslocaram ao estabelecimento prisional pediram para falar com o diretor da colónia penitenciária e com as equipas que acompanham o estado de saúde de Navalny.

Recorde-se que Navalny iniciou em 31 de março uma greve de fome em protesto contra as condições em que é mantido na prisão, tendo inclusive acusado a administração da cadeia de lhe recusar cuidados de saúde, bem como “tortura” por privação do sono.

PUB

Últimas

PUB

Slide

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa