Morre engasgada no corredor da morte

Morre engasgada no corredor da morte
Envato
PUB

Japonesa tinha sido condenada à morte mas acabou por morrer engasgada com comida.

Miyuki Ueda, de 49 anos, morreu engasgada com comida no Centro de Detenção de Hiroshima, no Japão. Tinha sido condenada à pena de morte em 2012, após ser considerada culpada de ter drogado, roubado e matado dois homens em 2009. As vítimas foram encontradas afogadas em Tottori, na ilha de Honshu.

A mulher ainda foi levada para o hospital depois de perder os sentidos enquanto estava na sua cela, durante a hora de almoço.

A causa de morte por engasgamento seria mais tarde confirmada.  De acordo com a imprensa japonesa, não foi a primeira vez que a mulher tinha enfrentado um episódio semelhante, quatro dias antes do dia em que efetivamente faleceu.

Apesar de Miyuki Ueda ter sido condenada pela morte dos dois homens, a mulher era ainda suspeita de estar envolvida em mais quatro homicídios