fbpx
Select Page
Mundo

Morto jihadista francês que reivindicou atentados de Paris

Fabien Clain, um dos jihadistas mais procurados das autoridades francesas, foi morto num ataque de um drone na Síria.

21 Fevereiro, 2019 - 16:41

Patrícia de Freitas

Foi morto na Síria o jihadista francês que reivindicou os atentados de Paris em 2015.

Fabien Clain, natural de Toulouse, foi esta quarta-feira morto num ataque por drone a Baghouz, o último bastião do Estado Islâmico na Síria.

Era um dos homens mais procurados pelos serviços antiterrorismo franceses dos últimos anos.

O irmão de Fabien terá ficado gravemente ferido. Ambos mudaram-se para a Síria em março de 2015, alguns meses antes do atentado em França.

O governo francês já pediu análises ADN para confirmar o óbito daquele que era conhecido como “a voz francesa do Daesh”.

Clain, de 40 anos, foi o rosto do Estado Islâmico no vídeo de reivindicação dos ataques perpetrados a 13 de novembro de 2015, que causaram a morte a 137 pessoas.

Advertisements

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Receba a nossa Newsletter

Record TV Europa