Mulher reencontra família após 51 anos

Mulher reencontra família após 51 anos
PUB

Norte-americana foi raptada pela ama quando tinha apenas 22 meses.

Mais de meio século depois, Melissa Highsmith reencontrou a família. A norte-americana reuniu-se com a mãe, pai e quatro irmãos no passado sábado.

Tinha apenas 22 meses quando foi raptada pela ama, em 1971, no Texas.

O desaparecimento foi reportado às autoridades, no entanto, as investigações nunca deram frutos.

A família resolveu, há pouco tempo, criar uma página de Facebook sobre o desaparecimento e foi então que as pistas começaram a surgir.

Uma denúncia anónima, em setembro deste ano, revelava que Melissa estaria perto de Charleston, na Carolina do Sul.

A confirmação surgiu através de um teste de ADN, de uma marca de nascença e da data de aniversário.

“Não conseguia parar de chorar. Estava tão contente, e ainda estou a caminhar num nevoeiro, a tentar compreender que a minha irmã estava mesmo à minha frente e que a encontrámos”, disse ao The Guardian a irmã Victoria Garner.

A mãe da menina chegou mesmo a ser acusada do homicídio da filha e de encobrir o crime durante todo este tempo. O paradeiro da ama não é conhecido.

A família apela a quem se encontra em situações semelhantes para que “nunca desistam” e “persigam todas as pistas”.