Pai mata criança à facada

Jovem esfaqueado na Maia

Homem foi detido, em Espanha, por ter morto à facada o filho de apenas 11 anos.

O pequeno Jordi completou 11 anos no passado sábado. Era o primeiro aniversário que celebrava com os pais separados, depois de a mãe ter denunciado o pai por crimes de violência doméstica. Mas Toni ligou à ex-mulher e pediu autorização para que o filho comemorasse mais um ano de vida na companhia do pai.

Confiante de que nada aconteceria a Jordi, atendeu ao pedido do ex-companheiro. Impedida de se aproximar do agressor, a mulher foi este domingo com a ex-sogra até à localidade de Sueca, em Valência, buscar a criança. Mas ninguém abriu a porta.

Chamou as autoridades, que confirmaram o pior dos cenários. O pequeno Jordi foi encontrado sem vida. Ao lado tinha uma faca de cozinha, com a qual terá sido esfaqueado até à morte.

A mãe e a avó da vítima foram levadas para o hospital em choque. Já o pai, de 47 anos, foi detido no local por suspeita de ter assassinado o filho, no dia em que fez 11 anos. As investigações preliminares sustentam que o motivo do crime pode ter sido a intenção de exercer violência psicológica sobre a ex-mulher, através da dor provocada pelo homicídio do filho.

O governo espanhol já lamentou a morte precoce da criança e reforçou que o regime de visitas aos descendentes deve ser suspenso ao mínimo indício de violência. Mas, neste caso, as visitas entre Toni e Jordi não foram impedidas pela justiça.