Português detido nos EUA durante 37 anos pode estar inocente

Português detido nos EUA durante 37 anos pode estar inocente
Envato
PUB

Noberto Andrade foi detido em 1985, acusado de violação. Agora, uma amostra de ADN pode ilibá-lo do crime de que sempre afirmou ser inocente.

Parece uma história digna de filme mas é bem real. Norberto Andrade tinha 24 anos quando foi detido pelas autoridades norte-americanas, acusado de violação. Em causa estava um crime de violação, ocorrido a 3 de agosto de 1985 num apartamento na avenida Abbott, em Pawtucket, Rhode Island.

A polícia suspeitou do cidadão de nacionalidade portuguesa, depois da descrição da mulher do alegado violador. Homem, com cerca de 1,62 metros, pele escura e sotaque português.

Norberto foi detido e dois anos depois julgado e condenado a prisão perpétua. Há 37 anos que luta para provar a sua inocência, algo que sempre firmou, ao longo dos anos.

Agora tem uma oportunidade de o fazer, graças à tecnologia que foi avançando ao longos dos anos. Uma amostra de ADN, retirada de baixo das unhas da vítima, revelou não ser compatível com o português, algo que pode ilibar o português. A defesa de Norberto Andrade quer a sua libertação.

O estado de Rhode Island está, por enquanto, a analisar os resultados e ainda não tomou uma decisão.