Presidente do Sri Lanka confirma demissão

Presidente do Sri Lanka confirma demissão
REUTERS/Dinuka Liyanawatte

Gotabaya Rajapaksa confirmou que irá renunciar ao cargo. Saída acontece após protestos que reuniram milhares de pessoas no país.

A confirmação oficial foi feita esta segunda-feira através de um comunicado emitido pelo gabinete do primeiro-ministro do Sri Lanka. Gotabaya Rajapaksa, presidente do país, vai mesmo renunciar ao cargo.

A demissão acontece após milhares de pessoas se terem reunido em protestos contra a governação do país que está atualmente mergulhado numa profunda crise financeira. Centenas de pessoas invadiram mesmo as residências oficiais dos dois governantes (Presidente e primeiro-ministro) afirmando que não saíam enquanto estes não deixassem os cargos.

Rajapaksa permanece em lugar incerto uma vez que não comunica publicamente desde a invasão da sua residência. A BBC revela que o líder está a bordo de um navio da marinha nas águas do país, tendo sido retirado e levado para um local seguro momentos antes da invasão ao Palácio Presidencial.

O governante foi responsabilizado pela má gestão económica do país. Atualmente o Sri Lanka enfrenta uma grave escassez de alimentos, combustível e remédios. Há vários meses que a situação é conhecida tendo sido agravada pelo conflito na Ucrânia.