fbpx
Select Page
Mundo

Rapta e mata deficiente para ter relações com cadáver

Jovem sofria de paralisia cerebral, não conseguindo falar nem andar.

10 Julho, 2020 - 18:03

Virginia Galván

Um homem, de 24 anos, raptou e matou uma jovem deficiente, de 19 anos, para fazer sexo com o cadáver, no Indiana, EUA.

Aleah Beckerle sofria de paralisia cerebral, não conseguindo falar nem andar, e estava desaparecida desde junho do ano passado.

O corpo, em avançado estado de decomposição, foi descoberto pelas autoridades em março, numa casa abandonada.

Terrence Roach, meio-irmão de uma das irmãs de Aleah, admitiu que a ideia do rapto lhe surgiu enquanto fumava ‘canábis sintética’.

O homem entrou pela janela, atou Aleah com fita adesiva e levou-a para a casa abandonada, onde a matou e abusou do cadáver.

Terrence foi detido e está acusado de profanação de cadáver, roubo, rapto e homicídio.

ViajeCaDentro

Últimas

SHARE RECORD TV MAGAZINE

Record TV Europa