Reino Unido: Polícia confessa ser violador em série

Reino Unido: Polícia confessa ser violador em série
D.R.
PUB

David Carrick declarou-se culpado de 49 crimes, incluindo 24 de violação contra 12 mulheres.

Um agente da Polícia Metropolitana de Londres declarou-se hoje culpado de 49 crimes, entre eles 24 de violação. Em causa estão ataques a 12 mulheres.

David Carrick, de 24 anos, utilizava a sua posição enquanto polícia para intimidar as suas vítimas, ao longo de duas décadas.

“Carrick ocupava um cargo no qual era responsável por proteger as pessoas. No entanto, ao longo de 17 anos na sua vida privada, ele fez exatamente o oposto. Este é um homem que implacavelmente degradou, menosprezou, agrediu sexualmente e violou mulheres. Com o passar do tempo, a gravidade das suas ofensas foi aumentando à medida que ele se tornava mais ousado, pensando que escaparia impune”, afirmou Jaswant Narwal procuradora responsável pela acusação. 

Aquela força policial britânica pediu mesmo desculpa depois de ter sido tornado público que Carrick foi chamado à atenção devido a, pelo menos nove incidentes, incluindo suspeitas de violação, entre os anos de 2000 e 2021.

“Deveríamos ter identificado o padrão de comportamento abusivo e, como não o fizemos, perdemos oportunidades de removê-lo da organização”, afirmou a Comissária Assistente Barbara Gray.